Um tema bastante debatido no ambiente jurídico, que traz preocupação tanto para a OAB quanto advogados sobre sua utilização. O Marketing é utilizado para estruturar estratégias de negócios e comunicação em toda a economia, e para o ambiente jurídico não poderia ser diferente. Visto que escritórios e profissionais no ramo do direito anseiam pelo crescimento de seu nome e reconhecimento de sua autoridade. Utilizar o marketing jurídico na advocacia parece inimaginável.

O Marketing é o processo que visa entender o mercado e os consumidores para criar relacionamento duradouro entre as duas partes e gerar lucro. Através dele podemos atrair, converter e manter clientes gerando valor sobre um produto serviço ou marca.

Quanto ao direito, diante da crescente mudança da forma do mercado relacionar com os consumidores, e também da era da informação da qual estamos vivendo foi necessário que os profissionais da área encontrassem uma forma de se divulgar e se adaptar às mudanças, principalmente no ambiente digital.

Diante disso somos apresentados ao Marketing Jurídico na advocacia, um conjunto de estratégias em conformidade com o código de ética da OAB direcionado aos profissionais do direito.


Código de ética da OAB

É importante ressaltar que essa ramificação do Marketing jurídico na advocacia busca atuar seguindo as determinações da OAB a fim de evitar a mercantilização da classe, regras presentes no capítulo VIII do código de ética em vigor desde o ano de 2016, capítulo do qual trata exclusivamente sobre a publicidade profissional.

Porém mesmo com a regras impostas é perfeitamente possível ao profissional construir sua autoridade no ramo e captar novos clientes respeitando o código, visto que nessa estratégia é utilizado a produção de conteúdos educativos e informativos para crescimento da reputação online. Leia nosso artigo sobre como fazemos marketing para seu escritório.

Vantagens para o escritório

E qual seriam as vantagens para um escritório de advocacia ao utilizar essas estratégias?

Através de um planejamento de Marketing pode-se ter acesso a relatórios, métricas e análises de dados de clientes e possíveis clientes. Também é possível melhorar a comunicação entre escritório e cliente, além de melhor gerir a imagem do escritório e aplicar estratégias de acordo com seus objetivos.

Melhor gestão de Branding

Através de uma gestão completa focada no crescimento, seu escritório terá acesso a todos os importantes fatores listados abaixo:

  1. Produto: o que seu escritório tem a oferecer?
  2. Praça: onde ele irá atuar e qual a gestão logística para isso acontecer?
  3. Preço: além dos valores da tabela da OAB, qual o seu diferencial para cobrar além do estabelecido?
  4. Promoção: como divulgar seus serviços?
  5. Pessoas: para quem seu serviço é indicado?
  6. Processos: quais ferramentas serão necessárias para alcançar seu objetivo?
  7. Posicionamento: qual o assunto da qual o escritório deseja se tornar referência? qual o seu posicionamento quanto a assuntos de cunho social?
  8. Performance: os resultados do escritório estão de acordo com o esperado? como saber o que está trazendo retorno e o que não está?

Conclusão

O Marketing Jurídico se mostra algo extremamente fundamental para pequenas sociedades de advogados e grandes escritórios, ainda mais diante de uma concorrência tão acirrada.

Mesmo com as limitações do código de ética da OAB, é possível se destacar no meio jurídico e conquistar clientes através da construção de autoridade e engajamento do público-alvo.

Quanto a gestão da imagem do escritório, é algo que deve ser tratado como uma das maiores prioridades do profissional do direito, visto se tratar de uma classe que sempre preza pela seriedade e compromisso.


Caio Figueiredo

Profissional em Marketing, se dedica a entender o comportamento humano e suas relações com o mercado de consumo. Consultor na agência de marketing digital jurídico Creative Culture.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *